MUSICA

MUSICA

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Almas Gémeas ....

Não viestes espontaneamente.
Eu chamei por ti...
e viestes meigo... sorrindo delicado
Ainda permaneces aqui.
Ficaste...
e nos teus braços e em tua alma me agasalhei...
Acolhestes a minha carência e no teu mundo entrei...
No sonho, na poesia,
como filha da lua no enternecer da melodia,
és o mundo em que sempre habitei.
E como entrei no teu, para o meu te chamei...
E nas confidências trocadas,
entre queixas e risadas,
descobrimos tantas coisas em comum
que nos fazem almas gémeas...
e ainda que por vezes seguiremos
por estradas separadas
um dia ...seremos um
quando nos reencontrarmos
em distantes madrugadas!...

3 comentários:

disse...

É mal a vida, é agonia, é sono,
um sono coincidente com distãncia.
Á vida, só lhe quero como um sonho,
um sonho que chamamos Existência.
Real enfim, agora que disponho
consumada, a vantagem da ausência.
Não me verás no cárcere supulcro.
Ver-me ás por consequência inteiro fulcro,
AQUI, plena de força e fantasia,
fechando ao mundo os braços já cansados,
de querer astros e tê-los abraçados,
como asas que se abrem na POESIA.

Obrigada por existires na minha Vida AMIGA

Morgaine disse...

Gostei do seu blog, é um blog para eu espreitar, até porque gosto sempre de tudoo que escreve.
Beijinhos

Cmoreno disse...

Bea
Visita o meu algum no Facebook... vê o cisne que eu fotografei em Montalegre, e comenta pff.

Bjos
cm